Embatucadores

Passeando num domingo de sol na Av. Paulista, São Paulo, olha só o que encontramos. Os EMBATUCADORES! Embatucando seus instrumentos feitos de sucata, com coreografias e muita simpatia. Este é um projeto que começou em 2003 numa escola pública chamada Flamínio Fávero. Foi ideia do professor Rafael Rip. Palmas pra ele. E pra toda turma!

Instrumentos dos Embatucadores: colheres, baldes, cabos de vassoura, mesas, tubos de PVC... e o próprio corpo.

Que tal fazer igual na sua escola?

Veja mais

Embatucadores no Face


Pula, pula, canguru!

Na cidade de Sidney, Austrália, você pode ver um canguru bem de pertinho assim. Este filminho foi feito num parque da cidade. É só oferecer algum petisco que ele vem comer na sua mão. Os cangurus são os únicos animais de grande porte que se locomovem com saltos. Eles comem frutas e vegetais. Existem várias espécies: algumas mais mansas, outras nem tanto.

Os cangurus são da família dos marsupiais. "Marsúpio" é o nome da bolsa que a fêmea tem, onde carrega seu filhotinho enquanto ele ainda é muito pequeno.


A máquina de desenhar

O artista brasileiro Michel Groisman inventou uma Máquina de Desenhar em grupo. O desenho é feito por várias pessoas, ao mesmo tempo. Enquanto quatro controlam os comandos dos pincéis, outras quatro controlam os comandos das tintas.
Michel quis mostrar, com sua obra, como precisamos prestar atenção nas outras pessoas para realizar coisas em conjunto. Ele fez uma mistura de jogo, máquina e obra de arte.


Lagarto ecológico

Você sabe do que é feito este grande lagarto? Ele enfeita uma praça da cidade paulista de Águas de Lindoia.
A estrutura é feita de pneus.
E a parte de fora é toda de tampinhas de garrafa. Que trabalhão, hein?
O autor se chama José Roberto da Silva, que é aposentado e usa o seu tempo livre para dar nova vida a coisas que iriam poluir o meio ambiente.
Você faz ideia de quantas tampinhas cobrem este lagartão? São mais de 14 mil!


Qual é a nota?

O grande compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos começou a estudar música muito cedo, desde criança. Seu pai era durão e exigente. Dizem que se um objeto caísse no chão ou um passarinho cantasse, por exemplo, o pai de Heitor perguntava: "Que nota musical é essa?". E ele tinha de acertar!

Na verdade qualquer barulhinho é uma nota musical.

Que tal a gente brincar disso agora?
Forme pares das notas idênticas.


O nome das notas musicais

Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si...
Quem será que inventou estes nomes? Por que são tão curtinhos?

Bem, isso aconteceu na Idade Média, quando a música foi conquistando um espaço muito importante nas Igrejas. (E a religião era o centro de tudo, nesta época.)
Um monge chamado Guido de Arezzo achou que os sons usados nas melodias deveriam ter nomes. Isso facilitaria muito as coisas.
Ele percebeu a escala musical e achou que se as notas tivessem nomes, seria mais garantido que as músicas fossem tocadas do jeito certo. Também facilitaria o aprendizado dos alunos.

Guido pegou um hino cantado em louvor a São João Batista e usou a primeira sílaba de cada estrofe. O hino era em latim.
(O "ut", mais tarde, virou "dó")

"Ut quant laxis /
Resonare fibris /
Mira gestorum /
Famuli tuorum /
Solve polluti /
Labii reatum /
Sancte Iohannes".
(O "si" é formado pelas iniciais de "São João", em latim)

Traduzindo: "Para que teus servos / Possam, das entranhas / Flautas ressoar / Teus feitos admiráveis / Absolve o pecado / Desses lábios impuros / Ó São João"

E, agora que você aprendeu essa, que tal brincar com as notas musicais? Vamos lá: Memória das notas.


Por que o Einstein mostrou a língua?

Você conhece esta foto, certo?

Com certeza é a foto mais famosa do cientista Albert Einstein.

Você sabe dizer por que ele fez esta cara engraçada? Por que ele mostrou a língua?

Na verdade, apesar de ser um gênio, ganhador de prêmio Nobel de Física, ele não era nada exibido. Muito pelo contrário. Sempre tentava mostrar que os cientistas não eram gente de outro mundo. Ele não gostava de rótulos nem de nenhum tipo de preconceito.

No dia desta famosa foto, Einstein tinha ido comemorar o seu aniversário de 72 anos com a esposa e amigos num restaurante. Na saída, havia uma multidão de fotógrafos e jornalistas.

Depois de muitos cliques, o fotógrafo Arthur Sasse pediu para tirar só mais uma foto. Einstein já estava dentro do carro e parecia cansado.

- Sorria! - disse o fotógrafo.

Então, em vez de sorrir, Einstein surpreendeu mais uma vez. E Arthur Sasse tirou a melhor foto! Muita gente acha que Einstein queria mostrar que era uma pessoa comum. E que os físicos, cientistas, estudiosos... também podem fazer caretas e mostrar seus sentimentos.

Veja aqui a foto inteira, da forma original.

Saiba mais sobre Albert Einstein.


Menos é mais!

No mundo de hoje, percebemos que não adianta só cuidar do lixo que produzimos e economizar energia e água. Precisamos também pensar nas coisas que compramos. Para chamar a atenção sobre este assunto, o artista paulistano chamado Eduardo Srur espalhou 10 carrinhos de supermercado bem grandões pela cidade de São Paulo. São carrinhos gigantes, de quase 4 metros e meio, enferrujados. Aqui está um deles, que fotografamos perto de um grande shopping.

Eduardo Srur gosta de fazer este tipo de arte, chamado de "intervenção urbana". Uma vez ele espalhou caiaques com gente de mentirinha (manequins de loja), navegando pelo rio Pinheiros, que é muito poluído.

Se quiser ver outros trabalhos, visite o Facebook de Eduardo Srur.


Colecionando sons

Existe um site que serve apenas para mostrar os sons de uma grande cidade. Esta cidade é Londres, capital da Inglaterra. O site é o "London Sound Survey". Tem som de carros, de gente falando, de uma ponte rangendo, tudo que se possa imaginar. Para colecionar estes ruídos, pessoas saem pelas ruas com dois microfones presos na cabeça, gravando qualquer coisa.

Um vendedor de apito igual passarinho.
Um homem tocando sax.
Um pássaro piando.

E já que estamos falando nesse assunto, que tal brincar um pouco com a nossa divertida "Memória de Sons"?


Filho de peixe

O artista Lucas Pennacchi, de São Paulo, é filho de um outro artista chamado Fulvio Pennacchi, que viveu de 1905 a 1992.

O "Divertudo" visitou a casa dele, que é um verdadeiro museu, com pinturas até feitas diretamente nas paredes e também nos azulejos da cozinha e dos banheiros.

Lucas Pennacchi conta que o seu pai nasceu na Itália, na cidade de Lucca. Lá na Itália era muito comum a pintura feita nas paredes quando a massa ainda estava secando. Por isso estas pinturas se chamam "afrescos".

Fulvio Pennacchi era amigo do pintor Volpi e também de outros artistas de sua época.

Ele gostava de fazer pinturas e esculturas, mostrando cenas simples da vida das pessoas. E também passarinhos.

Hoje Lucas Pennacchi usa o mesmo ateliê que foi do seu pai, na mesma casa. Ele pinta e também faz mosaicos.

Veja no alto algumas obras de Fulvio e Lucas Pennacchi que fotografamos para você ver.

Se você mora em São Paulo, mostre isto para sua professora de Artes. Sua turma também pode visitar esta "casa-museu" e conhecer de perto estas obras. Aqui vai o modo de entrar em contato com o artista Lucas Pennacchi:
por email

Mais:
Sobre Fulvio Pennacchi

Sobre Lucas Pennacchi


Quer assistir a um ensaio de uma banda?

O maestro Paulo Serau convida você a assistir um ensaio de uma banda sinfônica e ver de perto como isto funciona. A entrada é gratuita e você vai gostar de conhecer mais sobre música e os instrumentos de uma banda.

Por acaso você sabe o que é um clarone? Ou o que significa "cozinha" para eles? Onde ficam os sopros e os metais da banda?

Ele explica e responde qualquer dúvida da plateia.

Estes ensaios abertos acontecem de 15 em 15 dias, às terças, às 20h.

Mas precisam de público para continuar acontecendo. Então, vamos prestigiar, combinado?

Até podemos ficar no palco para ouvir os instrumentos de perto.

Visite o face do maestro Paulo Serau

Ensaio Aberto com Paulo Serau e a Grande Banda GRATUITO.
Teatro João Caetano
Rua Borges Lagoa, 650 - Vila Clementino - São Paulo
Das 20h às 22h.


Torcendo ou agradecendo?

Você usa muitos desenhos (emojis) nas suas mensagens, não é? Mas o engraçado é que alguns significados são totalmente diferentes do que imaginamos.

Por exemplo, as duas mãozinhas juntas, em gesto de oração? Quando você está torcendo por algo, não é mesmo?

Mas fique sabendo que este sinal quer dizer "obrigado", um agradecimento. Porque foi criado no Japão, onde as pessoas agradecem assim (e também pedem desculpas). :)


Ovelhas cintilantes

No Uruguai, cientistas criaram ovelhas que brilham no escuro. Elas foram modificadas geneticamente e, dessa forma, podem ser vistas facilmente no meio do rebanho. Este "efeito especial" foi produzido com uma proteína da medusa Aequorea victoria (que brilha no oceano). Veja só:

Os cientistas afirmam que esta experiência pode ser usada de outras formas e com outras substâncias para melhorar a saúde das pessoas.Veja outras ovelhas que brilham...mas de um jeito diferente.

"Ovelhas no palco"


Obras de lego

Quem poderia imaginar que um brinquedo virasse obra de arte, hein? Nathan Sawaya cria e copia obras famosas, só que ele não usa nem tintas, nem pinceis. Tudo é feito com pecinhas de lego.

Imagine que este artista americano já gastou mais de 3 milhões de reais para comprar as peças. Mas valeu a pena. Suas esculturas já estiveram expostas em mais de 80 museus. Em agosto de 2016, algumas delas estarão na Oca, em São Paulo. E depois no Rio de Janeiro, em novembro.

Veja outras funções diferentes para o mesmo brinquedo! :)

Ajudando deficientes visuais a aprender a ler.

Virando filme de dinossauros.



Bicicleta de papelão

Você acha possível uma bicicleta novinha custar uns R$40,00?
Pois isso pode acontecer, depois da invenção de um designer chamado Izhar Gafni, nascido em Israel.
Ele inventou uma bike inteirinha feita de papelão e materiais recicláveis.
O trabalho durou quatro anos, mas valeu a pena. Tudo começou quando Izhar descobriu que já existia uma canoa feita de papelão. Então ele pensou: "Se existe um barco, que aguenta água, também dá para fazer uma bicicleta!"
Palmas pra ele!


O rei do "sim"


No dia 15 de maio, próximo domingo, acontece o lançamento do livro "O reizinho que só falava sim", da Editora Papagaio. A história e os desenhos são do ilustrador Fê. A ideia é mostrar que ninguém pode dizer somente "sim" para tudo. E isto vale também para o "não".

O lançamento vai acontecer com atividades, durante a Maratona Infantil - MIS, em São Paulo, que tem mais uma porção de atrações.

Horários: 10h, 11h, 14h e 15h.
Avenida Europa, 158
São Paulo


Ovelhas no palco

Méééééééé!
Ovelhas numa peça de teatro? Você já ouviu falar numa coisa dessas? Pois então acredite! Muitas delas se apresentaram em Nova Iorque, Estados Unidos, em março deste ano. O papel das ovelhas era muito simples: ser ovelhas mesmo, fazendo "méééé" de vez em quando, durante uma cena.

A ideia do diretor Heiner Goebbels foi dar um toque natural para a ópera chamada "De Materie".

Mas este toque especial deu um trabalhão danado porque as ovelhas foram transportadas de outro estado, Pensilvânia, e precisaram de muitos papeis, autorizações e cuidados. Foi construído um "camarim" especial só para elas, à prova de som. E como conseguiam tirá-las do palco quando acabava a cena? Eles simplesmente faziam uns barulhos com os baldes de alimentação e aí todas voltavam ao camarim, achando que fosse hora do jantar.


Muitos quadros de crianças

Muitos quadros de crianças! E para crianças! Esta exposição, chamada "Histórias da Infância", promete fazer um grande sucesso.
Os trabalhos ficarão na altura certa para os olhos curiosos dos pequenos. A 1,20m do chão, em vez de 1,50cm, como é o usual.
Acontece no MASP, Museu de Arte de São Paulo. Toda terça-feira, a entrada é gratuita.
Eu não sou criança, mas não sou boba. Irei com certeza, conferir grandes obras, como por exemplo esta da foto, feita pelo pintor Renoir: "Rosa e azul".

HISTÓRIAS DA INFÂNCIA
Data: 8 de abril a 31 de julho de 2016
Local: 1º andar e 1º subsolo
Endereço: Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP
Telefone: (11) 3149-5959
Horários: terça a domingo: das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); quinta-feira: das 10h às 20h (bilheteria até 19h30)
Ingressos: R$25,00 (entrada); R$12,00 (meia-entrada)
Veja mais sobre isso aqui.


Um macaco?

Ei! Olha só esta orquídea!
Cara de quê?
De macaco, não é mesmo?
Por isso ela se chama, adivinhe como... "Orquídea Macaco" (Dracula Símia)
Uau! Que macacada, hein?
Veja aqui mais orquídeas!


Coelhos invadem a praça!

Os coelhinhos tomaram conta da praça central de Monte Alegre do Sul, cidade do interior paulista.
Confiram nas fotos como a praça ficou colorida e divertida!
Uma ótima dica de passeio para entreter a criançada.
Mais informações sobre a cidade:
http://www.circuitodasaguaspaulista.com.br/monte-alegre-do-sul


Teatro na janela

Olha só que legal.
Em São Paulo, nos próximos três domingos (dias 13, 20 e 27 de março) , às 4 da tarde (se não chover), tem teatro infantil na janela de um prédio.
É só chegar e assistir, sem pagar nada.
O prédio fica no centro da cidade, num edifício chamado "São Benedito".
As pessoas assistem no Minhocão, que é o apelido do Elevado Costa e Silva, um lugar onde não pode passar carro aos domingos.
Veja a página do "Esparrama" no Facebook:
https://www.facebook.com/esparrama/


Cachorro de dreads

Você já viu um cãozinho assim, que parece usar um monte de dreads? Esta raça se chama Komondor. Vem da Hungria, um país da Europa. O Komondor é um tipo de pastor. Na verdade ele fazia mesmo o serviço de pastor de ovelhas. E não é que ele se parece muito com uma ovelha?


Cabeça de balão!

Imagine só a paciência.
Você já pensou em desenhar cabeças em balões? Olha só que ideia legalzinha pra brincar ou criar um teatro, por exemplo.


Patinho ou buzina?

Patinho ou buzina? Ora! Os dois! Não é bonitinho demais? Alguém teve a boa ideia de usar um patinho de borracha como buzina de bicicleta. Parabéns! Isso é o que eu chamo de criatividade.
Esta foto foi tirada em Berlim, capital da Alemanha.


Pintura em bolhas

Imagine só a paciência.
Um artista canadense recriou obras famosas, usando o plástico bolha. O nome dele é Bradley Hart.
Com uma seringa, em vez de pincel, ele colocou tinta em cada bolha e copiou telas feitas por Matisse, Leonardo da Vinci, Monet, Van Gogh, entre outros.
Veja só que perfeição.
A ideia da exposição era que as pessoas furassem bolhas e aí as obras iam se modificando.


Entre no jogo!

Se você tem 12 anos ou mais e quer aprender a fazer jogos, aqui vai uma boa notícia. A Microsoft lançou um cursinho grátis, on-line. Na verdade são três cursos: "Aprendendo a Programar", "Crie seu Jogo para Kinect" e também "Hora do Código".
Ficou interessado?
Então vai lá dar uma olhada:
www.eupossoprogramar.com


Cuidado! Vírus no volante!

Já imaginou estar andando num carro e ele parar sozinho? Aconteceu algo parecido numa estrada dos Estados Unidos, em 2014. Dois hackers invadiram o computador de um automóvel supermoderno, um Jeep Cherokee, enquanto ele andava numa estrada de Saint Louis. O ar condicionado começou a soprar forte, sozinho, a música começou a tocar, um jato de água se espalhou no pára-brisas e depois o motor parou. Na verdade, era um teste. Foi uma demonstração do perigo que este tipo de tecnologia pode sofrer e a empresa resolveu até refazer os códigos deste modelo.


Música no ar

Um cantor e compositor dos Estados Unidos ganhou quase 150 mil reais no ano passado por causa de suas músicas, mas sem gravar nenhum disco e nem ter contrato com gravadoras. Como pode isso?

Na verdade, Perrin Lamb começou a receber mensagens de vários países em seu Twitter e descobriu que uma de suas músicas virou um sucesso numa lista de canções muito ouvida.

É que agora existe uma coisa chamada "Spotify" que funciona assim: você não precisa ter CDs, nem baixar músicas. Simplesmente escuta suas músicas preferidas que estão neste serviço. E o "Spotify" selecionou a música "Everyone's Got Something", de Perrin Lamb, em uma de suas listas. Até o fim do ano passado a canção foi ouvida dez milhões de vezes!

Alguns cantores famosos reclamam que o pagamento deste tipo de empresa é baixo, mas os desconhecidos ficam muito contentes!


Sapo Jururu ao vivo

Nesta quinta, 29 de outubro de 2015, você pode ver ao vivo o grupo vocal que canta as músicas destes vídeos do Divertudo: "Bambalalão", "Sapo Jururu" e "Cai, Caí, Balão". A apresentação acontece em São Paulo, na Biblioteca Monteiro Lobato, às 10h da manhã. Grupo vocal "Poucas e Boas", com regência de Dani Mattos. Grátis.
Vá conferir de perto canções infantis em lindos arranjos feitos pelo compositor Heitor Villa-Lobos.
Assista aos vídeos:
Sapo Jururu
Bambalalão
Cai, Cai, Balão

Villa-Lobos para Todos
Biblioteca Monteiro Lobato
Rua General Jardim, 485 - São Paulo
10h
Grátis


Vá já brincar, menino!

Aqui vai uma dica de livro muito legal para comprar ou dar de presente a uma criança. Eu vi na livraria e fiquei encantada.
É da Katia Canton e se chama FABRIQUETA DE IDEIAS.
Tem mais 80 brincadeiras e atividades legais. Mas não é só isso, não. Junto das atividades, vêm também algumas explicações e comparações com pintores famosos, curiosidades. Tudo com desenhos lindos, figuras... bem bonito mesmo.

Lixo valioso

A cidade de São Paulo ganhou este ano, em junho, a primeira central mecanizada de reciclagem da América Latina. Ela tem capacidade de transformar 250 toneladas de material reciclável por dia e, ainda por cima, usa o serviço dos catadores de rua, que sempre fizeram a coleta de vidro, lata e papel, mas antes não eram reconhecidos por este seu trabalho de formiguinha.

Saiba mais!

Quadrinhos no
Rio Branco

O Divertudo foi convidado para dar uma oficina de Quadrinhos no Colégio Rio Branco, em São Paulo, nas duas unidades da escola.
Evelyn Heine falou sobre o texto e deu dicas de como desenvolver uma história.
O ilustrador Rodrigo Terra mostrou como desenhar a página e deu outras dicas importantes.
Mesmo numa manhã de sábado fria e chuvosa, cerca de 80 alunos do 6º ano participaram e fizeram um belo trabalho. Próximo sábado tem mais.
Evelyn Heine e Rodrigo Terra são parceiros no livro "2 Gatos", publicado pela editora Papagaio.

Visite nossa Oficina de Quadrinhos.
Versão com flash

Árvore de letras

Olha só que interessante. Alguém teve a ideia de criar uma biblioteca somente de livros digitais. Ela empresta eBooks para escolas, empresas e instituições. O nome é "Árvore" e fica aberta 24 horas por dia. Pessoas que não ouvem ou não enxergam podem acessar os livros, usando aplicativos especiais. E outra coisa legal é que os professores conseguem saber, por exemplo, que partes de um livro os alunos demoraram mais para ler e quais palavras eles precisaram pesquisar no dicionário.
Mostre para o seu professor.
Árvore

Ah! Lá no Divertudo também tem uma Bibliotequinha de nossos livros virtuais. E é grátis.
Biblioteca Divertuda

Plantação submarina

No Norte da Itália, uma empresa chamada "Ocean Reef Group" está desenvolvendo um jeito de plantar vegetais no fundo do mar, a oito metros de profundidade. Isto seria uma forma de produzir alimentos em lugares sem condições para isso. E tem uma vantagem: sem o ataque de insetos. O projeto, chamado de "Jardim do Nemo", começou há três anos e faz as plantações dentro de grandes bolhas de vidro. Eles já cultivaram manjericão, alface, peras e feijões, por exemplo.

A praça é nossa!

Um arquiteto chamado Marcelo Rebelo está organizando um evento no próximo domingo (16/8/15), das 9h às 14h, numa praça do bairro do Brooklin, na cidade de São Paulo. Vai ter música, limpeza e o mais importante: união de pessoas, empresas e prefeitura para arrumar o pedaço.
A ideia é espalhar o projeto por praças de todos os bairros, copiando a iniciativa. Tomara que dê certo e que as pessoas possam aproveitar estes espaços de um jeito saudável, cultural e divertido.
Este é o caminho: população, empresas e governo colaborando uns com os outros.

http://www.pracas.com.br/
Praça Acibe Balam Camasmie
entre rua Kansas e Porto Martins)
Brooklin Paulista
16 de agosto, das 9h às 14h

Se você precisa, é seu!

"Se você precisa, é seu!" Isso é o que vai escrito numa plaquinha, junto com a roupa quentinha que a gente quiser doar. Aí você coloca num cabide e pendura em algum lugar da cidade. Que ideia bacana, hein? Ela surgiu de três mocinhas de São Paulo: Helena, Laura e Luana. Aí, quem está precisando, vai lá e pega. E outra pessoa pode usar o cabide para doar uma outra roupa.

Veja aqui, que bonitinho.
Amor no Cabide

Dá até para imprimir a plaquinha que fica junto com a roupa no cabide.

Convite pra você

No dia 19 de julho de 2015, próximo domingo, será o lançamento do novo livro de Evelyn Heine: "2 Gatos".
Você está convidado (a).
Ela e o ilustrador, Rodrigo Terra, esperam todo mundo lá no MIS (Museu da Imagem e do Som), em São Paulo. Av. Europa, 158
Miau, pessoal!

Pintura na água

Olha só a ideia genial de um artista chamado Ray Bartkus. Ele pintou uma parede com desenhos de ponta-cabeça para refleti-los na água do jeito certo. Esta obra está na Lituânia, na parede de um armazém.

Cadê?

Engraçado... a gente acha chato procurar uma meia perdida na gaveta, mas gosta de procurar os sete erros numa revista de passatempos. Por isso os livros da série "Onde está Wally" fizeram tanto sucesso.
Agora, um fotógrafo canadense lançou um livro chamado "Find Momo"), que quer dizer "Ache o Momo".
Momo é um cachorrinho muito bonitinho, branco e preto, que aparece (quer dizer, "desaparece") no meio de vários cenários diferentes.

Veja aqui a carinha do Momo.

E, também, um jogo assim no Divertudo.

Curiosidade: de onde vem a palavra "cadê"?
Antigamente se perguntava assim: "O que é feito de...?" para saber onde foi parar algo ou alguém. ("O que aconteceu com...?")
Depois virou "O que é de...?
Depois virou "quede"?
E pronto. Surgiu o "cadê"!
Achou!

Precioso alimento

Você sabia que existe um movimento chamado "Comida Feia"? Em inglês, "Ugly Food". É para que as pessoas usem também as frutas e legumes amassados ou de formato estranho, que geralmente ninguém quer. E, na França, uma lei agora proíbe os supermercados de jogar fora os alimentos que sobram nas prateleiras. Eles terão de doá-los ou transformá-los em ração. Além disso, restaurantes muito chiques já estão inventando receitas com cascas e outros ingredientes que ninguém aproveita. E com fila de clientes na porta!
Cada vez mais ouviremos o "não" para o desperdício.

Você sabia que quase um terço da produção mundial de alimentos vai para o lixo? Que peninha, hein? Mas, pelo jeito, isso está começando a mudar.

Brinque aqui com a cara das frutas!

Colorir e brincar

Se a onda agora é colorir, que tal juntar mães e filhas, tias e sobrinhas, avós e netinhas?
A Editora Panda lançou um livro que se chama "Café em Paris", de Marília Cichini.
Você pinta as roupas e os cenários. Depois, é só recortar as bonecas (na contracapa, em papel duro).
Aí continua o divertimento, vestindo as bonecas e usando os cenários que você pintou no capricho.

Café em Paris
para colorir, recortar e relaxar com paper dolls
De: Marília Cichini
Editora Panda

Para brincar disso no site Divertudo: abra agora mesmo "O armário de Mia"

A Bicicloteca

Bicicleta + Biblioteca = BICICLOTECA

Tudo começou quando um homem, que morava nas ruas, queria emprestar livros de bibliotecas comuns, mas não conseguia porque não tinha endereço fixo para colocar na ficha de inscrição. Então ele pensou:
"Quando eu melhorar de vida, farei uma biblioteca para as pessoas que vivem nas ruas." E ele fez mesmo!
Misturou bicicleta com uma porção de livros e saiu por aí, pelas ruas de São Paulo. Cada bicicloteca (que, na verdade é um triciclo), consegue transportar 150kg de livros, que são doados pelas pessoas e depois distribuídos para quem quiser ler.

Para saber mais:
www.bicicloteca.com.br

Novo livro de Evelyn Heine

Se você gosta das minhas histórias, tem uma novinha em folha (folhas) saindo do forno! A Editora Papagaio está lançando o livro "2 Gatos", que mostra a vida de dois gatinhos diferentes. Um deles é mascote. O outro, mora na rua. Todos os textos são rimados. Os desenhos, muito legais, são de Rodrigo Terra.

"DOIS GATOS DIFERENTES
VIVIAM DE SUA MANEIRA.
UM, COM DENGO E PENTE.

O OUTRO, INDEPENDENTE,
SEM DONO E SEM COLEIRA."

Vou avisar aqui quando e onde será o lançamento, tá bom? Em São Paulo. Espero você lá.
Se quiser comprar "2 Gatos" antes do lançamento oficial, pode pedir diretamente para a Editora Papagaio.
livros@editorapapagaio.com.br
www.facebook.com/editorapapagaio

Bicicleta maluca

Você já viu uma bicicleta com tantos bancos assim? E pedais?
Esta foto foi tirada na cidade de Berlim, capital da Alemanha.
Lá as ruas e calçadas são bem largas e este tipo de bicicleta é usado por grupos de turismo. Eles visitam os lugares com o guia, ouvindo as explicações... e se divertem também, pedalando todos juntos.

Anime-se a animar!

Se você está em São Paulo, pode ir brincar com os fantoches de vários tamanhos e tipos da Cia. Trucks, que é famosa por suas peças infantis com bonecos assim. É grátis. A família inteira vai se divertir.
A exposição acontece na biblioteca Hans Christian Anderse e vai até dia 31 de julho.
Confira os horários:
De segunda a sexta, das 10h às 19h
Sábados: das 9h às 16h
Fone: 2295-3447

Av. Celso Garcia, 4142 - Tatuapé
São Paulo - SP

Amigão herói

Vi no jornal que um cão-guia chamado Figo se jogou na frente de um ônibus para salvar a sua dona de um acidente. Isso aconteceu nos Estados Unidos.
Você sabia que no Brasil existe uma ONG para treinar cães para o serviço de guiar pessoas que não enxergam?

O tempo total de treinamento é de mais ou menos 16 meses. Depois disso, o cão-guia está prontinho para desviar de buracos e outros perigos, encontrar banheiros, escadas, elevadores e até evitar lugares onde a pessoa possa bater a cabeça.
Legal, hein?
Quem quiser pode doar e colaborar com este trabalho. As informações estão no site abaixo.
www.caoguiabrasil.com.br

Você já encontrou um dinossauro?

Já imaginou encontrar um dinossauro? E ainda por cima batizá-lo com o seu nome?
Isso aconteceu em 2004 com um menino do Chile, de apenas sete anos, quando ele passeava com a família numa colina, no sul do país.
O menino se chama Diego Suárez. E o dinossauro foi batizado assim: Chilesaurus diegosuarezi.
É meio parente do Tyranossaurus rex, mas não comia carne, só plantas.
Foi uma descoberta e tanto porque os cientistas achavam que os dinossauros herbívoros só tinham aparecido mais tarde, há 65 milhões de anos.
Mas este dinossauro, o diegosuarezi, viveu há 145 milhões de anos.
Além disso, ele parece uma mistura de várias espécies, o que deixou os estudiosos impressionados.

Cabeçudo

Veja só esta escultura que existe em Praga, capital da República Tcheca. É uma grande cabeça de homem formada por tiras horizontais prateadas que vão se mexendo bem devagar. Parece que a expressão dele muda. Aos poucos a cabeça vai girando, olhando para todos os lados.
Muito diferente e impressionante!
A cidade de Praga tem outras estátuas e obras criativas assim.

Animais pititicos

Minúsculos mesmo! São os bichinhos feitos por uma família de cinco pessoas, chamada Su Ami, do Vietnã. Os bichinhos de crochê são vendidos pela internet para o mundo todo.
São corujinhas, ursinhos, tartaruguinhas. Tudo "inho"!
O nome é "amigurumi" ("bicho de pelúcia de crochê", em japonês).
Depois de tanto sucesso, existem revistas para ensinar a fazer igual. Na China, são fabricados 60 mil deles por mês para vender em lojas.

Catavento Cultural

Um lugar para passear e aprender. É o Catavento Cultural, que fica no centro de São Paulo e foi inaugurado em 2009 (no antigo Palácio das Indústrias).
Ele tem 8 mil metros quadrados e 250 atrações divididas em quatro temas: Universo, Vida, Engenho e Sociedade.
Um passeio para toda a família fazer junta e descobrir coisas sobre a evolução da Terra, os planetas e as grandes invenções que marcaram a história.

Catavento Cultural e educacional
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 17h, inclusive aos feriados. Entrada até 16h.
End.: Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/n - Brás - Centro - São Paulo.
Preço: R$ 6,00 (R$ 3,00 a meia).
Tel.: (11) 3315-0051
www.cataventocultural.org.br

Onda boa

Jojó de Olivença é hoje o campeão de muitas crianças. Antes disso, foi campeão brasileiro de surfe duas vezes.
Com sua experiência, abriu uma escola de surfe na cidade de Guarujá, São Paulo. Depois começou a ensinar o esporte, de graça, para crianças carentes. O surfista percebeu que elas precisavam de muitas outras coisas e sua ideia foi crescendo.
Em 2007, com ajuda de voluntários e empresas, Jojó criou o Projeto Ondas. Além de surfe, os alunos aprendem sobre ecologia, cidadania e podem melhorar na escola com reforço de Português e Matemática.
O Projeto Ondas atende 60 crianças e adolescentes, de 7 a 14 anos, na praia da Enseada, Guarujá. Para fazer parte, tem uma condição: tem de estar estudando.
Leia mais sobre isso.

A tenista número 1 do Brasil

Teliana Pereira foi uma criança muito pobre. Ela morava em Barra de Tapera, Pernambuco, e sua casa não tinha nem luz, nem água.
Nessa época, o pai se mudou com a família para Curitiba e arrumou um serviço de pedreiro, na construção de uma academia de tênis. Depois de pronta, os filhos começaram a trabalhar na academia, como catadores de bolinhas. Por causa disso, Teliana aprendeu a jogar tênis.
Hoje ela é a tenista número um do Brasil e já venceu uma porção de torneios importantes.

Inventando natureza

Na cidade de Nantes, na França, um artista "inventou" algumas espécies que ficam expostas no Jardim Botânico. São vasos de cerâmica aproveitados de um jeito diferente e divertido. O artista até deu "nomes científicos" para suas obras, com explicações que também imitam os livros de botânica.
Estes vasinhos acima parecem cabeças com cabelos. Eles ficam ao contrário e a planta sai pelo furo.
As explicações aparecem em troncos, como na foto ao lado.

Cante com os Beatles!

No feriado do Dia do Trabalho tem um show para toda a família assistir junta, em São Paulo. "Beatles para Crianças" mistura músicas e histórias desta banda que conquistou o mundo inteiro com tantos sucessos.
Foi o professor Fábio Freire que teve a ideia de criar este espetáculo, que reúne três músicos e outro ator.

Mais informações: Teatro UMC
Av. Imperatriz Leopoldina, 550
São Paulo
11 2574.7749
Beatles para Crianças - 1 de maio de 2015, sexta
Horários: 16h e 18h30
Preço dos ingressos: R$30,00 a meia, R$60,00 a inteira.

Aula de pintura grátis em SP

Toda terça-feira, até o dia 12 de maio de 2015, as crianças que têm de 3 a 6 anos podem aprender a pintar com o artista Ezio Marcola, em São Paulo, no Museu Casa de Portinari.
O curso acontece na parte da manhã, das 9h às 10h30 e não custa nada.

Portinari foi um importante pintor brasileiro. Ele gostava muito de mostrar as coisas do nosso país, inclusive nosso jeito de brincar, soltando pipas, por exemplo.
Uma vez ele disse: "Sabem por que é que eu pinto tanto menino em gangorra e balanço? Para botá-los no ar, feito anjos"

Iniciação à Pintura
Museu Casa de Portinari
Data: de 3 de março a 12 de maio de 2015
Horário: terças-feiras, das 9h às 10h30
Local: Crás (Centro de Referência da Assistência Social)
Rua José Mandrá, 98 - Bairro João Luiz de Vicente - São Paulo
Grátis

Ah... este seu olhar!

Uma pesquisa feita no Japão mostra que os cães "conquistam" seus donos com aquele olhar, assim como acontece entre bebês e suas mães.
Esta pesquisa foi publicada numa revista chamada "Science". Ela acompanhou 30 cães e seus donos.
Os lobos, que são parentes dos cachorros, não fazem igual. Se você encarar um lobo nos olhos, isto será entendido por ele como um desafio.
E os gatos? Segundo a pesquisa, também não acontece o mesmo com eles.
No caso dos cachorros, descobriu-se que eles e seus donos liberam um hormônio chamado oxitocina quando se olham.
Os pesquisadores acham que os cachorros domésticos podem ter "copiado" o comportamento dos bebês para nos conquistar. Ainda não se sabe como ou se isto é mesmo verdade.
Mas, de qualquer modo, quem resiste a um olhar destes amigos?

Barbatuques no feriado

Amanhã, 21 de abril, tem um show gratuito muito bacana para quem mora em São Paulo.
É o Barbatuques, no Sesc Santo Amaro. Este grupo faz música com o próprio corpo. Foi fundado em 1995 e faz muito sucesso.
O show é às 16h, no Teatro. Precisa retirar ingresso uma hora antes.
Às 14h, tem uma oficina que ensina a fazer música de um jeito diferente.

Barbatuques
21 de abril de 2015
14h: oficina, no ginásio de esportes.
16h: show compacto, no teatro (retirar ingresso uma hora antes)
Sesc Santo Amaro
Rua Amador Bueno,505, Santo Amaro. Tel 5541-4000.

Todo mundo dublando!

Dubsmash é o nome de um aplicativo que virou mania na internet. Se você ainda não viu, aqui vai a explicação. Com ele, você pode dublar frases e músicas famosas, usando a filmadora do celular. É muito divertido, principalmente porque dublar a voz dos outros não é tão fácil assim.
No mundo todo, mais de 20 milhões de pessoas já brincaram com o Dubsmash. E o Brasil foi o país que mais baixou este aplicativo na semana passada.

Se você não tem um celular para fazer isso, brinque mesmo assim. Um amigo fala, enquanto você tenta fazer os movimentos certos com a boca. Ensaie antes. Mostre sua dublagem para os outros. Você vai dar boas risadas!

Há alga estranha no mar...

Você leu certo! É alga mesmo!
Mas também podemos dizer que há algo estranho no mar.
Praias de Fernando de Noronha (Pernambuco) estão cheias de uma alga amarela que preocupa os pesquisadores. A alga parda, do gênero Sargassum, não é comum da região e apareceu em grande quantidade, formando blocos que até parecem ilhas. Do tamanho de um campo de futebol.

Aventura de lego

O americano Paul Hollingsworth e sua filha de 8 anos, Haley, fizeram um filme de 3 minutos, imitando o famoso "Parque dos Dinossauros" ("Jurassic Park", de 1993). Mas adivinhe só! Todos os personagens, dinossauros e cenários são feitos de pecinhas de Lego! Eles gastaram 100 mil dólares em peças! E precisaram da ajuda dos amigos para criar alguns cenários e também produzir a animação, cena por cena.

Aqui você pode conferir o filme e também os bastidores desta brincadeira bem trabalhosa. Filme e making off.

Patos sem pão!

Você já deve ter visto um patinho na lagoa, não é? E jogou migalhas de pão para ele comer?
Muita gente faz isso! É divertido.
Mas pesquisadores disseram que o pão não faz nada bem para os patos. Além disso, o pão que sobra, boiando na água, causa a formação de algas que são ruins para os peixes e até para as plantas que vivem dentro da água, porque elas fazem sombra, bloqueando os raios de sol. Outro tipo de alga que aparece, do fundo para cima, segura a corrente de um rio, por exemplo, e ele fica mais lento, mexendo com o meio ambiente.
Os restos de pão também atraem ratos, que causam doenças. Ou produzem fungos perigosos para os patinhos.

Daí, os biólogos dizem que, se você quer muito dar um pãozinho para um pato, atire um tiquinho só, tá bom?

Ah! Falando em patos, veja aqui o Álbum de Fotos das "Férias do Pato".

Teatro na praça

No domingo de Páscoa, (5 de abril de 2015), tem teatro de bonecos no Parque do Piqueri, em São Paulo, grátis, com a Cia. Truks.
A peça chama Cidade Azul e é livre. Conta a história de duas crianças que ficam amigas, mesmo sendo de mundos bem diferentes.
Ele é um menino que vive nas ruas. Ela é uma menina que está perdida de sua casa.
Esta peça já ganhou uma porção de prêmios e foi criada há 17 anos.

Veja mais sobre a Cia. Truks e seus bonecos.

Peça: Cidade Azul
Onde: Parque do Piqueri, em São Paulo
R. Tuiuti, 515 - Tatuapé
Quando: Domingo, 5 de abril, às 15h
Grátis

Coelhinho Pikachu

Você se lembra do Pikachu, personagem fofinho e esperto dos Pokémons? Ele fez um sucesso enorme como mascote do Ash e seus amigos. Todo mundo achava que ele fosse um tipo de ratinho. Mas não!

O Pikachu foi inspirado numa espécie rara de coelho. Ele foi descoberto pelo pesquisador Li Weidong, em montanhas chinesas. Mas o chamado coelhinho Ili Pika (Ochotona iliensis) não era visto há muitos anos, depois do primeiro aparecimento, em 1983. Somente no ano passado o pesquisador encontrou novamente este raro animal, ameaçado de extinção. Então ele tirou esta foto dele pra você ver.

Quer brincar com outro coelhinho? Clique aqui!

É planeta ou não é?

Tadinho de Plutão.
Antes, ele era um planeta e ponto final. O menor de todos do Sistema Solar.
Daí, os cientistas disseram que Plutão não era planeta nada, porque ele não obedecia todas as regras para ser um.

Para ser um planeta, precisa:
1. Girar em torno do Sol.
2. Ser um pouco redondinho.
3. Ter "limpado" a região por onde passa de outros corpos celestes

A terceira, de "limpar" o pedaço, Plutão não cumpre. Na sua órbita tem uns pedregulhos e astros do seu tamanho.
Então, muitas reuniões já foram feitas para tentar tirar ou mudar a terceira regra. Por enquanto, fica como está. Mas vamos ver o que acontece. Se eles tirarem a terceira, aí muitos astros viram planetas também.

Sabia dessa?
A palavra "planeta" vem do grego é quer dizer "astro andarilho".

E essa então?
Os antigos achavam que o Sol era um planeta. E que ele girava em torno da Terra.

Ei! Você viu um mamute?

Os mamutes sumiram do planeta há mais de 3 mil anos. Mas podem aparecer de novo, passeando por aí. Sabe como? Alguns cientistas da universidade de Harvard, Estados Unidos, pretendem usar células de mamutes que estavam congeladas e fazer clones destes animais, usando também células de elefantes.
O engraçado é que isto acontecia igualzinho no filme "O Parque dos Dinossauros" (Jurassic Park)! O parque da história é um lugar secreto onde um cientista recria animais extintos, como o enorme Tiranossauro Rex!

Se você quer ver animais pré-históricos, visite aqui um museu de história natural.

Arte grátis em Curitiba

Se você mora em Curitiba e tem vontade de fazer um curso de arte ou teatro, vá visitar o CJAP (Centro Juvenil de Artes Plásticas).
Você pode aprender desenho, escultura e pintura sem pagar nada. O CJAP existe há mais de 60 anos e já revelou muitos artistas.
Visite a galeria de fotos para ver como é legal.

E veja aqui a programação dos horários que ainda têm vagas.

Para se inscrever, você precisa levar uma cópia do documento de identidade ou certidão de nascimento e ir junto com um adulto que seja o seu responsável.

Centro Juvenil de Artes Plásticas - CJAP
Rua Mateus Leme, 56, São Francisco - Curitiba, Paraná
(41) 3323-5643 / 3223-3805

Esculturas de gente

Você sabe o que é uma obra hiper-realista? É algo que parece muuuuito de verdade! Na cidade de São Bernardo do Campo tem uma exposição de esculturas assim. Elas foram feitas por um artista de 24 anos, chamado Giovanni Caramello, que aprendeu suas técnicas com livros e DVDs. Ele sempre gostou de desenho e começou a fazer animações em 3D depois de se formar no colégio. Para isso, precisou aprender a fazer boas esculturas, mas aí gostou tanto disso que acabou virando um escultor.
Agora ele é comparado a um artista australiano chamado Ron Mueck, que bateu o recorde de visitas a uma exposição na Pinacoteca de São Paulo, também mostrando esculturas de gente.

A galeria OMA fica no Centro de São Bernardo do Campo, São Paulo, na rua Carlos Gomes, 69.
Você pode visitá-la de segunda a sexta, das 10h às 19h. E sábado, das 10h às 14h.

A ilha dos gatos

Já imaginou um lugar que tenha mais gatos do que pessoas? Existe! E fica no sul do Japão. A ilha de Aoshima é bem pequena, com apenas 1 quilômetro e meio de extensão.
Como tudo começou?
Com muitos ratos!
Alguém teve a ideia de acabar com os ratos do lugar, que estavam incomodando demais os pescadores. Então chamaram os gatos, que fizeram suas grandes famílias e pronto! Virou a "Gatolândia".
Resultado: lá hoje existem seis gatinhos para cada habitante.
Agora tem um gato em cada canto! Deve ser aquela cantoria! Miaaau!

Amigos do computador

Você usa o computador pra encontrar seus amigos ou pra brincar? Uma pesquisa mostra que as crianças de 4 a 12 anos que moram no Brasil, Argentina e México usam o computador mais para falar com seus amigos (85%). Para entender melhor o que é 85%, imagine assim: num grupo de 100 crianças, 85 disseram que a maior razão para se conectar é encontrar a turma.

E em segundo lugar?
Se você disse "brincar", acertou. Jogar é o segundo maior motivo pra entrar na internet (64%). Muitas das crianças brasileiras entram todo dia na rede (77%). Mais que na Argentina e México! Mas, para estudar e pesquisar para a escola, só 24% usam. Isto é menos da metade da metade.

Uma dica: fique ligado nas aulas de frações. Sempre que queremos saber quantos (pedaços ou partes) de algo fazem qualquer coisa, usamos este "truque". Agora você já sabe que "porcentagem" quer dizer "quantos alguma coisa de um grupo de 100". Que bom!

Ops! Lobo Mau!

Sábado e Domingo que vem (14 e 15 de março de 2015), tem teatro infantil no Sesc Campo Limpo, em São Paulo.

A entrada é grátis. A peça é a famosa "Os Três Porquinhos", mas de um jeito bem diferente. Com a Cia Le Plat Du Jour. (Que quer dizer "O prato do dia", em francês). Duração: 55 minutos. Horário: 17 horas

(Ah! Semana que vem tem "Chapeuzinho Vermelho", no mesmo lugar, sábado e domingo, às 17h).

Sesc Campo Limpo
Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120 - Parque Arariba, São Paulo - SP
Telefone:(11) 5510-2700

Ah! Outra coisa! Se você gosta de histórias com Lobo Mau, Três Porquinhos e Chapeuzinho, veja esta.

Pichar é com CH!

Na cidade de Quito, capital do Equador, alguém anda pichando as pichações dos muros.Como se fosse a professora corrigindo uma lição, a pessoa arruma as frases com tinta vermelha. Coloca acentos, vírgulas, coisas assim.

Fica divertido e ainda ensina a forma certa de se escrever.

Na verdade é um grupo chamado "Ação Ortográfica Quito". O homem que teve a ideia de fazer estas correções diz que frases escritas com muitos erros são difíceis de entender.

Viu só como é importante saber gramática e ortografia?

Onde fica:

Passeio virtual

Você quer fazer um passeio incrível, mas sem sair do lugar? Então entre no Museu de História Natural de Washington, nos Estados Unidos. Ele tem o tamanho de 18 campos de futebol e muitos bichos para ver! Logo de cara, você vai encontrar o tataravô dos elefantes.

Entre já!

No mundo de Luna

Um desenho animado muito fofinho e divertido! É o "Show da Luna!". Eu vi por acaso, um dia, no canal pago Discovery Kids.

A Luna adora ciências e está sempre atrás de respostas para as suas perguntas. A gente aprende junto com ela. Luna tem um irmãozinho chamado Júpiter e também um bichinho de estimação, o Cláudio.

Então eu pesquisei e descobri que "O Show da Luna!" é um desenho brasileiro! Isso mesmo! A série foi produzida por Célia Catunda e Kiko Mistrorigo.

O sucesso já começa logo na abertura do programa! Veja aqui!

Dinossauros grátis

Quinta-feira, amanhã (5 de março de 2015), em São Paulo, você não precisa gastar nem um centavo para ver dinossauros enormes! Onde? Na Praça Victor Civita. Que horas? Às 20h.

É que lá vai ter a exibição do filme Jurassic Park, de Steven Spielberg.

Na próxima quinta, dia 12, é a vez do filme Tubarão, outro grande sucesso do mesmo diretor.

Praça Victor Civita: Rua Sumidouro, 580 - Pinheiros, São Paulo - SP - (11) 3031-3689.

Uma casa na Lua

Endereço: Lua
Você gostaria de morar lá?

Pois a Nasa comunicou que autoriza que uma empresa faça um tipo de "condomínio" na Lua. Isto pode acontecer por volta de 2025. Esta empresa americana se chama Bigelow Aerospace. O dono, que é de Las Vegas, investiu mais de 250 milhões de dólares nesta ideia. Ele comprou da Nasa um projeto de casas infláveis (como balões), que dá para encher lá no espaço.
Já imaginou?

- Onde você mora?
- Segunda cratera à direita.
- Parte clara ou escura?
- Clara, é claro!

Fonte: Blog Mensageiro Sideral

Vestido maluco

Virou a maior febre na internet e nas redes sociais. Uma pessoa postou uma foto de um vestido. Até aí, tudo normal. Só que as pessoas enxergam o tal vestido listrado de cores diferentes! Eu vi azul e preto. Minha filha viu branco e dourado!

Como se explica isso? Ora... é a velha e boa ilusão de ótica. Nosso cérebro, às vezes, brinca de inventar.

Veja mais ilusões aqui: Ilusões de ótica

Uma kombi cheia de arte

Uma galeria de arte dentro de uma Kombi viaja de uma cidade para outra, em Porto Alegre, mostrando obras de vários artistas. Esta ideia genial foi da escritora Christina Dias e se chama "Kombina"!

No lançamento deste projeto, dia 13 de dezembro, as pessoas viram uma apresentação de um livro escrito por ela: "O Quadro de Andréa". Christina também pretende organizar oficinas por onde passar.

Bi, bi, fom, fom!

Fazer arte é muito bom!

Tudo colorido

Você já pensou numa "guerra de travesseiros", só que feita com muitas cores? Fica todo mundo pintado! Isso acontece entre fevereiro e março lá na Índia, comemorando a chegada da Primavera. O Festival de Cores chama "Holi" e tem todo ano.

Uns jogam água e pó colorido nos outros!

Aqui no Brasil também fizeram esta brincadeira em alguns lugares.

Esta foto foi tirada no autódromo de Interlagos, cidade de São Paulo.

Botas voadoras

Sabia que existem botas voadoras? Elas levam a pessoa a até 10 metros de altura e funcionam na água, ligadas a um jet ski. Foram inventadas pelo francês Franky Zapata, em 2013. O nome da novidade é "flyboard" e até fazem competições, com muitas acrobacias radicais. Na verdade o impulso para "voar" vem de jatos bem fortes de água que saem das botas e fazem a pessoa subir.

O flyboard já anda aparecendo em praias brasileiras também.

Repintando o passado

Sabe aqueles quadros antigos que mostram uma pessoa nobre ou bem rica? Reparou que sempre são pessoas brancas?

Então! Um artista chamado Kehinde Wiley pinta telas mudando um pouco esta história. Ele coloca pessoas negras numa pose chique, elegante, assim como nobres, reis e rainhas. O fundo é sempre bem colorido, cheio de estampas. O artista precisa até de ajudantes para desenhar estas estampas cheias de detalhes. Depois do fundo, ele pinta as figuras, que parecem fotos.

No dia 20 de fevereiro, Wiley vai ter uma exposição no Museu do Brooklyn, cidade de Nova Iorque, Estados Unidos.

Peppa Pig! Sucesso "BIG"!

Ela está fazendo o maior sucesso no mundo inteiro. Sua família também! Ela nasceu na Inglaterra, em 2004. Mas chegou aqui no Brasil só em abril de 2013. Seu nome é Peppa Pig, uma porquinha (óinc!) cor-de-rosa muito meiga que tem um irmãozinho chamado George. Um dos seus criadores é o inglês Mark Baker. Ele disse, numa entrevista, que não esperava um sucesso tão grande assim. Mas, tentando explicar o motivo, ele falou: "Queríamos fazer uma série para crianças menores que poderia ser vista pelos pais. Pensamos em criar várias histórias baseadas em uma vida em família."

As histórias são bonitinhas, mostram uma família normal, muitos amigos, um jeito bom de consertar as coisas e os probleminhas que aparecem. Humor e fofura conquistaram gente de todas as idades.

Com todo este sucesso, existem muitos brinquedos da série. A foto mostra uma boneca que vi na bolsa de uma mamãe, num restaurante. :)

Como se fala "Peppa Pig" em...

Alemão: Peppa Wutz

Sueco: Greta Gris:

Chinês: Miss Pink Pig

Site oficial: http://www.peppapig.com/

Boneco GIGANTE de neve

Os adultos também gostam de fazer bonecos de neve. Lá no Japão, até fizeram um de 15 metros de altura! E ele pesa três toneladas e meia! É uma escultura do personagem do filme "Guerra nas Estrelas", Darth Vader. Faz parte do Festival de Neve de Sapporo, que acontece todo ano. São mais de 200 obras bem geladinhas. Brrrr!

Sapporo é a quinta maior cidade do Japão. Ela fica no Norte do país.

Trem ao mar!

Você acredita que jogaram um vagão de trem no mar? E de propósito? Um, não! Vários! Isso tem acontecido com vagões antigos de Nova Iorque, nos últimos dez anos.

Serve para criar recifes "de mentirinha". Os recifes de verdade são muito delicados e precisam ser preservados.

Antes de afundar, é preciso tirar pneus, fios, tinta, janelas etc. Fica só mesmo o metal. Daí a natureza cuida do resto, formando o "recife" em volta, que vai servir de comida para peixes.

No Brasil isso também já foi feito até com navios inteiros! E também com blocos de cimento. Mas aí é para uma pesquisa. Os cientistas querem descobrir como os recifes se formam e ficam coloridos.

Vai brincar lá fora, menino!

Bola, pega-pega, cambalhota! Criança gosta de movimento... ou pelo menos gostava! Acho que andaram cortando as asinhas dela. Inventaram o videogame, o computador, o celular. É tanto brinquedo de ficar parado que o pega-pega ficou pra depois. Mas depois quando? Uma reportagem desta semana diz que as crianças estão perdendo o jeito até para pegar uma bola, por exemplo.

A educadora física Vera Perino Barbosa comentou assim: " Você joga a bola e as crianças não conseguem pegar. Elas não sabem mais brincar: ficam tão ligadas na TV, nos joguinhos..."

Então, largue um pouquinho este celular, este computador... e brinque até cansar!

Água de coco ou água de cocô?

Você beberia água de cocô? Fique sabendo que um dos maiores milionários do mundo bebeu! É verdade! Bill Gates está investindo em uma máquina que transforma cocô em água boa pra se beber, água potável!

Agora sim vai dar confusão porque muita gente escrevia errado "água de coco" (a fruta). Colocavam o acento no segundo "o", sei lá porquê! Quando você fala a palavra "coco" (a fruta), o primeiro "o" que é o mais "forte". Mas se o último "o" que é o mais forte, aí sim ganha acento! (Regra de "oxítona terminada em o")

Outras pessoas colocam acento no primeiro "o" de "coco" (a fruta). Errado. Não precisa! Sabe por quê? Pela lógica, se não tem acento no último "o", a sílaba forte só pode ser a do primeiro.

É por isso que a gente precisa conhecer as regras de acentuação!

Voltar à Home Page Baú de BrincadeirasBaú de
Brincadeiras
Será Ilusão?Será
Ilusão?
Que história é essa?!Histórias
Divertudas
Jogos VirtuaisJogos
Virtuais