O ABC da fumaça
Evelyn Heine

Lá na tribo tem professora que ensina curumin a ler e escrever.
Seu quadro negro é o céu.
As letras são sinais de fumaça.
Mas que graça!

E o apagador, cadê?
Não se vê!
É o vento deslizando
Que desmancha o A, B, C, D.

Quando a aula acaba,
Hora de voltar pra taba.
Lição de casa, nem pensar.
Tanta fumaça, quem ia aguentar?

Nuvem lá, outra cá,
Desenhando a matéria do dia.
Com mapas, rios e lagos,
Conforme a geografia.

Mas se o tempo escurece e embaça,
Sinal de chuva. Some a fumaça.
O fogo se apaga...
É aula vaga!

Dia de folga, isso sim!
Sem escola e sem boletim!
Foi tupã que quis assim.

Por isso, desde pequeno,
Curumim faz dança da chuva.
Ê garotada sapeca!
Sem aula, jogando peteca.

Depois, direto pra oca.
Que hoje tem
Pipoca!


Veja também a versão animada que fizemos desta história.
Leia outras histórias e poemas divertudos.
CLIQUE AQUI

Gostou? Então passe pra frente. Mande para os amigos. CLIQUE.



Voltar à Home Page AdivinhasGalerias de
Adivinhas
Será Ilusão?Será
Ilusão?
Que história é essa?!Histórias
Divertudas
Jogos VirtuaisJogos
Virtuais