A História das Abelhas
Evelyn Heine
 
Zulmira estava chateada.
As anteninhas baixas e um olhar triste.
Uma de suas irmãs, Zuleica, passou e perguntou:
– Vamos dar uma voadinha? O dia está lindo!
– Não quero, – respondeu – com voz murcha.
– Por que não? Que bicho te mordeu? – estranhou a irmã.
– Bicho nenhum... é a primavera – disse Zulmira.
– E o que tem de mais?
– Você não sabe de nada mesmo... será que nunca te contaram a história das abelhas? – perguntou.
– Não... acho que não.
Então Zulmira resolveu contar:
– É o seguinte, bobinha... quando chega a primavera, todos dizem que as abelhas encontram seu par, namoram, noivam e casam rapidinho. Não dá nem tempo de comprar as alianças. E logo vem uma porção de filhotes. Falam que esta é a lei da natureza. Quase todo ano acontece a mesma coisa.
– Ah, que romântico... bem que eu reparei que tem um bonitinho da colmeia me olhando esquisito! – disse Zuleica.
– Buáááááá! – abriu um berreiro a Zulmira. – Viu, só? Até você já tem um par? – falou, soluçando.
Então era isso. Zulmira estava triste porque achava que seria a única abelhinha sem par, que ninguém gostava dela nem ela gostava de ninguém.  Ela achava que ia ficar pra titia, que ia precisar fazer mel sozinha por uma semana pra garantir a LUA DE MEL de todas as outras.
– E ainda por cima acho que vou pra cadeia! Estou desrespeitando a LEI DA NATUREZA!
A irmã, que era mais nova, mas também mais esperta, deu um conselho:
– Olha aqui, Zulmira, não adianta você ficar aí se lamentando e zumbindo à toa. Anda logo e vamos trabalhar que tem flor que não acaba mais por aqui!
Hoje vai ter hora extra na certa!
Ela tinha razão. Zulmira se esqueceu da história da primavera e foi cuidar da vida. O jardim estava que era só flor, todo colorido.
E lá foi ela, de uma em uma. Até começou a cantar, empolgada com seu trabalho.
Tinha um perfume gostoso no ar.
Nem parecia a mesma Zulmira... estava risonha, de olhos brilhantes.
Foi naquela flor de Primavera que Zulmira e Zumberto se conheceram, namoraram, noivaram e casaram! Antes mesmo da irmã mais nova!
Por isso, se você já for meio grandinho, fique de antenas ligadas. Ninguém escapa da primavera.
Só se estiver de mau humor!

FIM

Leia outras histórias e poesias divertidas!
CLIQUE AQUI

ENVIE ESTA HISTÓRIA A UM AMIGO. ELE VAI GOSTAR! CLIQUE.



volta à home page HOME
PAGE
Jogos Virtuais JOGOS
VIRTUAIS
página 1 do primeiro Divertudo JOGOS PARA IMPRIMIR Mate a Charada! MATE A
CHARADA
Adivinhas GALERIA DE
ADIVINHAS